Primeiras Impressões

Dizem que a primeira impressão é a que fica. Tratando-se de pessoas, roupas, filmes, quadros pode até ser verdade, mas não quando o assunto é música.

Alguns meses atrás uma amiga me passou alguns vídeos no YouTube de músicas do gosto delas. Ouvi e não achei grande coisa de primeira. Dias depois, estava eu escrevendo sobre músicas imperdíveis e uma daqueles vídeos constava na lista. O ritmo simplesmente não saía da minha cabeça, logo sucumbi e tive que aceitar que afinal era boa.

É sempre difícil dar um parecer sobre uma música logo de cara. Principalmente quando o som está fora do estilo que se ouve ou já se ouviu e é produzido em lugares sem muita tradição musical, logo levando a uma certa desconfiança. É aquela história de acharmos ruim o que é diferente sem muita constatação. Acostumando o ouvido ouvindo mais vezes a mesma música, podemos fazer uma análise melhor se a tal pode acabar se encaixando em nossas preferências.

Alguns casos que demoraram a entrar no meu gosto e acabaram sendo marcantes:

  • Nei Lisboa, como um todo, demorou a descer. Mas depois de algumas ouvidas pareceu maravilhoso.
  • Smashing Pumpkins e seu vocal que parecia bizarro
  • Los Hermanos com uma música nacional diferente do comum.
  • Red Hot Chili Peppers, que até hoje é uma das minhas bandas preferidas.

Nunca desprezem uma música após ouvir uma vez só. Há mais músicas capazes de preencher o nosso gosto que de apenas uma ou duas bandas.

Anúncios

4 Respostas para “Primeiras Impressões

  1. Música, sentimento e momento, para mim, andam juntos. Como músico que sou, acabo ouvindo de tudo. Até Latino tem vaga no meu mp4. Mas, obviamente, tenho minha preferências musicais. E tudo no seu lugar: música para dançar, música para relaxar, para viajar numa estrada de pista simples e que será diferente da música para se ouvir numa auto-estrada que , por sua vez, terá variações se a vigem for feita de dia ou de noite, com sol ou com chuva. Sou assim ! Vou fazer o que ?

  2. E ai Gaucho… legal a sua opinião sobre isso..
    realmente jah ouvi musicas q não me despertaram o interesse logo no inicio, mas depois de ouvir algumas vezes, pode-se perceber sua unicidade. pra mim, a opinião sobre uma musica tbm depende mto do momento..
    abraço!!

  3. Só para completar os exemplos, quem nunca estranhou nas primeiras vezes que ouviu Led Zeppelin ou AC/DC, com suas vozes agudas, Pink Floyd com sua calma e envolvimento, calma também presente no MPB e na Bossa? Teria aqui também uma lista semelhante de artistas os quais a primeira impressão realmente não foi a que ficou.
    Em questão de música, sou a favor da hipótese de que por osmose, não há do que se não goste, e esta parece ser a mesma hipótese da maioria das rádios e gravadoras, já que repetem tanto as músicas, e, no fim, tem sempre gente que segue a onda.

  4. Marcelo Figueiredo Duarte

    Eu sei que da primeira vez que ouvi o CD Hi-Fi do Nei, não me interessei. Hoje em dia reconheço-o como magistral. Assim aconteceu muitas outras vezes. Por isso eu dificilmente deleto alguma música na primeira ouvida. Sempre deixo um tempo de experimentação para poder apreciar devidamente e evitar esse efeito de primeira impressão preconceituoso. Muitas músicas já se salvaram da exclusão graças a isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s