07/2

Dou por morto desde já o segundo semestre de 2007. Balanço final: it sucked. As férias de julho foram o agito que eu não pude ter durante o semestre que se seguiu. Horários totalmente aleatórios me impediram de aproveitar o que quer que a cidade tivesse para oferecer: cinema, shows, e todo esse lance de cultura. Fui na Bienal, ok, mas estou totalmente sem lacunas para ir dar uma visita à Feira do Livro e à Exposição da RBS. Poderia contar nos dedos as vezes que fui no cinema ou saí na noite.

Vocês podem estar achando que devo ter ficado estudando muito. Errado, foi o semestre da preguiça total. Estudei o mínimo necessário, talvez menos ainda, o esforço na reta final deverá ser grande. Nada como se matar de estudar no último mês coroando um semestre que não adiantou de nada.

Se não peguei mulher, muito menos estudei, fico pensando o que diabos eu fiquei fazendo. Uns diriam que eu “dei uma de Chico”, uma referência a um amigo meu que não sai de casa por nada. Talvez eu tenha “dado uma de Chico”. E eu digo para vocês por uma experiência própria: “dar uma de Chico” não é saudável para o vivente. Não engrandece a pessoa, talvez só tenha a diminuir. É triste, porém é a realidade.

As perspectivas de horários do próximo semestre talvez sejam mais tristes. Para isso, estou tomando certas providências como admitir minha incapacidade de me organizar e procurar ajuda em livros de administração (nome bonito para dizer auto-ajuda). Continuar assim não dá.

Mas antes, pensemos nas férias. E mais imediatamente: tenho 5 provas até o fim do semestre. Hora de estudar (ou de pegar mulher).

ps: Tá, não vamos nos enganar, eu vou estudar mesmo.

Uma resposta para “07/2

  1. Marcelo Figueiredo Duarte

    HEAHEHAHEAHEHAHEHAEHAHE

    Se tu estudar já vai ser alguma coisa. Mas não dá pra ficar só nisso. Não podemos esquecer que o Chico é a representação máxima da ausência de vida. Não é nem construtivo, nem autodestrutivo. É apenas uma imobilidade inútil.

    O semestre que vem sempre será pior que o atual. O único jeito de se fazer alguma coisa em condições acadêmicas adversas é se meter na cara de pau diante de suas próprias frescuras…

    E que venham as férias, por misericórdia!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s