Boa vida às galinhas!

No último sábado, dia 6, foi ao ar pela GNT um dos programas mais polêmicos da tv: Jamie’s Fowl Dinners (em português “O Jantar Penoso de Jamie”). Com uma denúncia consistente em um dos programas mais famosos de culinária no mundo, Jamie Oliver polemizou sobre os tratamentos dados ao frango naqueles aviários gigantes.

A questão não chegava a ir no ponto “comer ou não comer carne”, mas sim algo que se poderia chamar de “ética da comida”. Que direitos temos sobre os animais que criamos para comer?

Imagens de milhares de frangos criados num cubículo de lugar, sem espaço para se mexer e mal para respirar, chocavam ao ilustrar o nível de mortalidade registrados nessas agroindústrias. Pode-se aproximar por um navio negreiro: muitos entram e poucos saem.

A filosofia “coma o quanto puder e faça o mínimo de esforço para não se mexer” fazia cada frango atingir seu ponto de engorde em tempo recorde. Uma indústria de criação intensiva de frangos para o abate. Mesmo que isso custe a má qualidade de vida dada aos animais antes de sua inevitável morte.

Afinal, para que dar uma qualidade boa de vida a animais que em 45 dias morrerão? Eis a frase que põe-se em questão durante o programa. Ora, fora a questão ética, Oliver responde falando e demonstrando o gosto de um frango criado orgânicamente, ou seja, livre para viver sua vida até chegar a hora de se transformar em galeto. Na frente da platéia, Jamie nocauteia um frango caipira através dos métodos ideiais indicados (sem dor) e faz a sangria. Após, prepara o frango para os espectadores e compara o gosto deste com os de criação intensiva, chegando a um consenso de que um animal que sofre menos acaba com uma carne melhor.

Ao final, o chef cobra de todos para que mudem suas posturas e passem a preferir frangos orgânicos ou caipiras aos de criação intensiva. Um final totalmente correto e sem radicalismos, afinal estaremos contribuindo para que ocorra essa mudança nas agroindústrias sem deixar de comer nossa boa e velha carne.

Outros links:
Reportagem do NY TImes
Youtube

Anúncios

3 Respostas para “Boa vida às galinhas!

  1. Muito interessante cara, acho que deveríamos nos informar mais sobre os processos que antecedem até alimento chegar a nossa mesa, carne em principal, pois envolve animais, mas outros alimentos em geral também, vou tentar me informar mais sobre isso.

  2. Lei da sobrevivência isso. Não posso dizer que isso não em incomoda, incomoda bastante até, ao menos não foi usada a filosofia vegetariana para explicar esse fato, porque eu odeio a filosofia vegetariana, até porque eu acho que as plantas também sentem dor, e são seres complexos.
    De qualquer forma, eu já timnha ouvido falar sobre o método de criação de aves. Aliás tu sabes como se faz Foie Gras (figado de pato) que é uma iguaria no mundo? Mais ou menos assim, eles vão engorgando o pato, dando comida para o pato, e quando o pato não agüenta mais comer, eles pegam uma espécie de Funil que chega até o estômago do pato e enfiam comida, daí o Bichinho morre (porque será), e o fígado fica gordo!!

    bem, eu como galinha caipira, mas tem quem não goste… Tá, estou me enrolando demais já!

    beijos

  3. Como disse tua amiga aí em cima, isso é bem mais interessante que o xiitismo que muitos vegetarianos apresentam (não todos, claro). Por que a idéia de não comer carne é legal, eu mesma faria isso se não gostasse tanto de um bom bife de vez em quando. Mas acho que até virar bife os animais tem direito de receber um tratamento decente. Isso é mais ou menos como criar animais para serem cobaias de laboratório. Bate numa questão ética muito forte, simplesmente por que ninguém tem o direito de determinar para quê serve uma vida, seja ela do que for.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s