Daft Punk

Foi nas madrugadas do ano 2001 que tive os primeiros contatos com Daft Punk. Na época, a banda larga era um luxo de poucos e só depois da meia-noite era barato. Nos finais de semana, porém, dava para entrar depois das 2 da tarde. Isso não impedia que eu entrasse madrugada adentro participando animadamente de chats nas salas de Pokemon do zip.net. Infelizmente, a música digitalizada recém engatinhava e a Jovem Pan era a melhor opção para ouvir música. A propósito, virando madrugadas pude ver que as músicas eram repetidas 3 vezes durante o período. Entre elas, tocava One More Time do Daft Punk.
Demorei uns 7 anos para ter os instrumentos necessários para explorar melhor Daft Punk. Banda larga, curiosidade e um amigo disposto a mandar músicas deles. Os clipes que passavam na tv, sempre mantiveram minha curiosidade acesa. Não é qualquer um que tem, afinal, por trás de seus vídeos a assinatura da Toei Animation – famosa no meio dos animes.
A mesma curiosidade que fez a dupla adotar desenhos em seus clipes , foi a ferramenta para tornar sua música bem easy-listening – até mesmo para ouvidos não muito fãs da música eletrônica. É um eletrônico meio pop, por assim dizer. E também um jeito mais light de adentrar no meio techno, sem partir para o psy diretamente.
Para conferir algo, o melhor é começar por “Digital Love” e “Harder, Better, Faster, Stronger” (com direito a assim o clipe das mãos que alguém fez), ambas do álbum Discovery.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s